Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

Gravatá agora oferece tratamento hormonal a pessoas trans

Postado em 19 de maio de 2024

Nova medida da Prefeitura facilita acesso e promove inclusão

No último sábado (18), a Clínica da Mulher em Gravatá foi palco de um momento significativo de fortalecimento de vínculos e acolhimento para mulheres trans. Durante o evento, foi anunciado que o tratamento hormonal de transição de gênero, anteriormente disponível apenas em Caruaru ou Recife, agora será oferecido no município. Essa mudança representa um avanço significativo na inclusão e no cuidado com a saúde da população trans local.


A novidade foi recebida com entusiasmo pelas participantes, que destacaram a importância da medida para a melhoria de suas vidas. Com a oferta do tratamento hormonal em Gravatá, serão eliminados problemas como os altos custos de deslocamento e os riscos associados à automedicação com doses inadequadas. A ação demonstra o compromisso da Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, em fornecer serviços de saúde de qualidade para todos os cidadãos.

A iniciativa reflete a preocupação da gestão municipal em promover a igualdade e o bem-estar de toda a população. Ao facilitar o acesso ao tratamento hormonal, Gravatá dá um passo importante na construção de uma sociedade mais inclusiva e acolhedora, onde todos os cidadãos possam ter suas necessidades de saúde atendidas de forma segura e eficaz.


A vendedora Paola Bracho é mulher trans e será uma das usuárias beneficiadas com esse tratamento e ela celebra: ”Sou de Caruaru, cheguei aqui em Gravatá ontem, estou morando aqui e eu me sinto abraçada, porque aqui em Gravatá vai ter terapia hormonal para nós mulheres trans, transexuais, travestis, então vai ter esse apoio, esse abraço. Agradeço ao estado e à Prefeitura de Gravatá que aceita todas e todos como são. É um prazer enorme morar aqui e fazer uso dessa terapia hormonal.”


Romylli Thailla é mulher trans e técnica de enfermagem da Clínica da Mulher. Ela destaca que ”os hormônios já estão liberados. A gente vai começar com os atendimentos, porque cada medicação tem seu tempo, sua quantidade, precisamos dos exames adequados, cada paciente, cada organismo reage de uma forma e tudo isso tem que ser de acordo com prescrições médicas. Vamos começar com atendimentos médicos e ambulatoriais, fazendo exames para dar inicio à quantidade correta para cada organismo.”


Tamires Lopes, médica ginecologista da unidade, detalha sobre o atendimento e a oferta de tratamento hormonal. ”A ideia do serviço é a gente implementar tanto o uso do hormônio quanto o atendimento desse público, porque infelizmente hoje a gente ainda não tem um atendimento como deve ser feito. A ideia é a gente poder atender todo o público LGBTQIA+ e iniciar também a oferta de hormônio tanto para homens trans como para mulheres trans.”


Waleria Cuica, coordenadora da Clínica da Mulher, fala sobre o atendimento humanizado. ”Viemos trazer um atendimento mais humanizado. Esse era um projeto que deveria ter sido iniciado há quatro anos, mas não teve êxito e quando eu assumi há sete meses colocamos em prática o atendimento humanizado com as pessoas trans, tanto as mulheres quanto homens. Conseguimos medicamentos, todos os exames hormonais e equipe multidisciplinar para o melhor atendimento.”



Reportagem: Filipe Vasconcelos (SECOM)
Fotos: Nilson Silva (SECOM)

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Fortes chuvas

Postado em 25/05/22 Alepe suspende trabalhos presenciais, mas mantém expediente remoto A Assembleia Legislativa de Pernambuco decidiu suspender o expediente presencial nesta quarta-feira (25/05) em virtude das fortes chuvas que atingem o Recife e a Região Metropolitana do Estado. As atividades administrativas, no entanto, estão mantidas de forma remota para não comprometer a gestão da Casa.  “Diante dos riscos que a chuva traz com alagamentos e outros transtornos, a prioridade deve ser a segurança. Temos condições de manter as atividades de forma remota, preservando a integridade dos servidores e seguindo com nossas tarefas no Legislativo”, informou o presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PSB).  As reuniões das comissões, assim como a sessão plenária, previstas para esta quarta, serão retomadas na próxima semana. Para amanhã, a biblioteca da Alepe promove mais uma edição do “Clube da Leitura” com debate sobre a obra de Michel A. Singer: “A alma indomá