Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

1º Fórum Municipal da Rede de Saúde Mental de Gravatá é concluído com participação da Gasam PE

Postado em 10 de maio de 2024

Protagonismo da cidade foi elogiado pelos representantes da instituição estadual e por participantes do evento

A pessoa que sofre com algum transtorno mental deve ser vista como um sujeito inteiro e não somente como uma pessoa que deve ser tratada apenas desse transtorno o qual ela é acometida. Durante dois dias, quinta (09) e sexta (10), Gravatá viveu o debate pela saúde mental e como esse usuário deve ser tratado na Rede Municipal de Saúde.


O 1º Fórum Municipal de Saúde Mental, que aconteceu na Igreja dos Mórmons da cidade, no bairro do Prado, teve a conclusão na sexta (10), com apresentação do diagnóstico de um levantamento, realizado no ano passado, e propôs soluções onde ainda está precisando de resolução mais efetiva nesse tipo de atendimento. 


Foram trabalhadas quatro salas temáticas com os profissionais de saúde de Gravatá: Saúde Mental na Atenção Primária, Urgência e Emergência em Saúde Mental, Atenção Integral a usuários de álcool e outras drogas e O cuidado na Saúde mental infanto juvenil. Em algumas delas, teve a participação de representantes da Gerência de Atenção à Saúde Mental - Gasam da Secretaria de Saúde de Pernambuco.


André França, gerente de Atenção à Saúde Mental da Secretaria de Saúde de Pernambuco, foi um desses representantes e elogiou a iniciativa municipal. “Gravatá está de parabéns pela promoção desse fórum, que é uma iniciativa extremamente necessária, importante na perspectiva de fortalecimento da rede psicossocial, que tem sido um norte da nossa gestão. Nós assumimos recentemente, em maio do ano passado e desde então estamos trabalhando na perspectiva de fortalecimento dessa rede, do preenchimento dos vazios existenciais que ainda existem no estado de Pernambuco, importante que se diga isso, o governo Raquel Lyra tem investido muito, no sentido de ampliar a oferta de serviços de saúde mental, de qualificação das equipes, de ampliação da rede. Gravatá é um município importante, que tem uma rede, que tem toda uma potência de ampliação e a realização desse fórum é um marco. A gente espera que seja antes e depois da realização desse fórum, que venham outros eventos desse e outros debates na perspectiva de ampliar a rede de atenção psicossocial”. 


Gilcele Marília, assessora em Saúde Mental, foi a responsável pela consultoria realizada em 2023 e fala qual será o próximo passo. “Trabalhamos com o diagnóstico da Rede de Atenção Psicossocial, uma demanda trazida pela Secretaria de Saúde, diante de muitos problemas que a gente tem na rede, da demanda aumentada de transtorno mental. Viemos com a proposta de fazer um diagnóstico de como é que a gente estava funcionando enquanto rede para poder trabalhar com os outros profissionais da saúde a melhoria desse processo. Fizemos o fórum, o cuidado no território e essa Rede de Atenção Psicossocial que a gente apresentou os resultados que a gente encontrou , com levantamento de informações de dados, com relação à prevalência instrumental, mas também com relação a como esses serviços estão organizados para que a gente possa pensar na nossa política municipal de saúde mental, que é o objetivo deste fórum. A gente poder pensar nas diretrizes que vão nortear todo processo de trabalho na Rede de Atenção Psicossocial”. 


Vanice Magalhães, enfermeira da Unidade de Saúde da Família Nielson Lucivânio, na Boa Vista, participou do fórum e considerou que “é muito interessante a questão dessa iniciativa. A Secretaria de Saúde está de parabéns, que realmente os nossos usuários precisam, acima de tudo, não só a saúde preventiva, no sentido de doença e medicação, e sim de uma escuta, de um acolhimento, tanto das Unidades Básicas de Saúde, como também na UPA, no socorro do SAMU, na hospitalização. Então a saúde mental, acima de tudo, tem que entrar como prioridade”. 


Patrícia Silva, coordenadora de Saúde Mental de Gravatá e do CAPS II, deu destaque ao empenho da gestão em fazer a diferença na temática e na vida do usuário do SUS da cidade. “Primeiro agradecer a oportunidade que a gestão municipal está dando, a gente estar aqui se colocando à disposição da saúde mental. Ter esse espaço de vez e voz, de fala e de escuta, com boas orientações. O fórum é um ponto de partida para que a gente possa realmente qualificar nossa rede de saúde e o apoio do Governo do Estado foi de grande importância, para que eles pudessem trazer tanto a orientação na visão do estado, quanto integrar com a visão do município, porque nós temos a nossa política de saúde mental. Hoje a gente está levantando o elo, estamos construindo, estamos dialogando o que que a gente pode fazer com o que já tem na melhor forma. Esse espaço está sendo muito enriquecedor para toda nossa RAPS e para o que a gente ainda espera dela. Além de agradecer a gestão municipal por isso, também a Secretaria de Saúde que teve esse olhar quando ela sinalização que a gente precisava fazer nosso fórum, onde estamos aqui com toda a Rede de Atenção Básica, a Atenção Primária, que é a ordenadora desse cuidado, pois ele começa lá no território, começa no PSF, e a gente vê todo mundo aqui integrado, discutindo e construindo junto, além da atenção especializada que aqui estava, além da urgência e emergência. Veja que grandeza, a gente parar dois dias para que pudesse estar aqui estudando e construindo a política de saúde mental do município”. 


Reportagem: Ana Paula Figueirêdo
Fotos: Nilson Silva (SECOM)

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Fortes chuvas

Postado em 25/05/22 Alepe suspende trabalhos presenciais, mas mantém expediente remoto A Assembleia Legislativa de Pernambuco decidiu suspender o expediente presencial nesta quarta-feira (25/05) em virtude das fortes chuvas que atingem o Recife e a Região Metropolitana do Estado. As atividades administrativas, no entanto, estão mantidas de forma remota para não comprometer a gestão da Casa.  “Diante dos riscos que a chuva traz com alagamentos e outros transtornos, a prioridade deve ser a segurança. Temos condições de manter as atividades de forma remota, preservando a integridade dos servidores e seguindo com nossas tarefas no Legislativo”, informou o presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PSB).  As reuniões das comissões, assim como a sessão plenária, previstas para esta quarta, serão retomadas na próxima semana. Para amanhã, a biblioteca da Alepe promove mais uma edição do “Clube da Leitura” com debate sobre a obra de Michel A. Singer: “A alma indomá