Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

Festival Arte na Serra tem primeiro dia de oficinas de dança e música

Postado em 08 de julho de 2023

Professores, todos formados em Universidades Federais do Nordeste, ministram aulas de dança, iniciação musical, saxofone, clarinete, trombone de vara, trompete, flauta transversal, tuba, trompa, bombardino, metalofone e percussão clássica a alunos da rede pública de ensino

O Festival Arte na Serra reúne professores da Região Metropolitana do Recife, formados em música e dança por Universidades Federais do Nordeste, em oficinas das duas artes para alunos da rede pública de ensino de Gravatá e cidades vizinhas.


As oficinas de dança, iniciação musical, saxofone, clarinete, trombone de vara, trompete, flauta transversal, tuba, trompa, bombardino, metalofone e percussão clássica começaram nã manhã deste sábado (08), na ETE Professor José Luiz de Mendonça, em Gravatá e seguem até o domingo (09).


Este evento, realizado pela Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, busca democratizar o ensino dessas modalidades que muitas vezes se concentra apenas nas metrópoles e mostrar aos alunos que há um caminho que pode ser seguido dentro dos seus talentos.


Edson Lima participa como aluno da oficina de dança. Ele fala sobre a importância desse processo de democratização da arte e do conhecimento. ”A democratização da dança é muito importante, não só para as pessoas que são da cidade, mas também para as pessoas que já têm contato com a dança. O Festival Arte na Serra está trazendo a arte como um todo através da dança e da música e para mim, como aluno e como professor, é muito importante estar aqui passando todo o meu conhecimento, porque conhecimento nunca é de mais.”


Renato Melo, que já é músico e está como aluno do festival, pontua sobre a importância das aulas de música. ”Essas oficinas são uma grande oportunidade de trazer músicos profissionais do cenário da Região Metropolitana do Recife para o interior que é muito focado em bandas musicais, ou seja, nós temos muitos alunos que precisam desses conhecimentos e a forma que esses conhecimentos serão passados é trazendo mais oficinas e mais professores para poder propagar mais o conhecimento musical.”


João Netto, professor de música, ministra a oficina de saxofone. Ele afirma que ”a dinâmica trabalhada nesse festival de música e dança está distribuída para cada instrumento e classe de dança com valor pedagógico, educacional, porque dança e música são educação também e cada professor é formado por UFPE, UFPB, UFBA e todos vieram com dinâmicas lúdicas, praticidades de cada instrumento para trazer para nossa cidade coisas que não são dadas, pois temos que ir para a capital para estudarmos instrumentos sinfônicos que só são vistos nos teatros. Hoje a gente traz o contexto de teatro e o conceito educacional que é dado na universidade.”


”Visando esses alunos na vivência na dança e na educação, estamos trazendo esse acesso para que eles possam vir à movimentação, à preparação física do bailarino, à criação artística, a gente está desenvolvendo esses aspectos de uma maneira acessível para que se construa uma sociedade artística pensante e dançante.”


O Festival Arte na Serra segue até o domingo (09) com encerramento marcado para às 15h no Museu Memorial de Gravatá.


Reportagem: Filipe Vasconcelos
Fotos: Ednaldo Lourenço (SECOM)

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Fortes chuvas

Postado em 25/05/22 Alepe suspende trabalhos presenciais, mas mantém expediente remoto A Assembleia Legislativa de Pernambuco decidiu suspender o expediente presencial nesta quarta-feira (25/05) em virtude das fortes chuvas que atingem o Recife e a Região Metropolitana do Estado. As atividades administrativas, no entanto, estão mantidas de forma remota para não comprometer a gestão da Casa.  “Diante dos riscos que a chuva traz com alagamentos e outros transtornos, a prioridade deve ser a segurança. Temos condições de manter as atividades de forma remota, preservando a integridade dos servidores e seguindo com nossas tarefas no Legislativo”, informou o presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PSB).  As reuniões das comissões, assim como a sessão plenária, previstas para esta quarta, serão retomadas na próxima semana. Para amanhã, a biblioteca da Alepe promove mais uma edição do “Clube da Leitura” com debate sobre a obra de Michel A. Singer: “A alma indomá