Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

Coluna do Rod Silva: A IMPOSIÇÃO ESCRAXADA EM NOME DE UMA IDEOLOGIA

Postado em 27 de junho de 2023

Após postar seu comentário, você recebe uma enxurrada de comentários agressivos de pessoas desconhecidas

Imagine que você segue uma certa personalidade no Instagram. Essa personalidade sempre posta grandes falas de ensinamentos através de seus vídeos. Em um certo dia, você está na sua rede social assistindo um desses vídeos, quando de repente você vê essa personalidade se dirigir aos seus seguidores como “TODES.” Você fica indignado e posta um comentário questionando o motivo pelo qual a tal personalidade usa essa linguagem errada ao dirigir-se aos seus seguidores, o que vai exatamente na contramão da forma culta da Língua Portuguesa, ainda mais vindo de uma pessoa tão influente e inteligente. 


Após postar seu comentário, você recebe uma enxurrada de comentários agressivos de pessoas desconhecidas, os quais são proferidos em termos e adjetivos que beiram à agressão verbal. E mesmo que você tente argumentar que o seu comentário não tem a intenção de ofender ninguém e que você está apenas exercendo o seu direito à liberdade de expressão, essas pessoas não te respeitam e passam a ofender ainda mais, chegando até lhe chamar de homofóbico por isso. 

Essa situação é hipotética, criada para ilustrar e fazer uma reflexão sobre a conjuntura atual em que se encontra o Brasil, onde muitas pessoas se dizem democráticas, mas que na prática tudo não passa de discurso pré-fabricado, pois quando se vai no sentido contrário à opinião dessas pessoas, a Democracia dá lugar à intolerância e à falta de respeito e elas pagam de vítimas. Agora você passa a ser Bolsonarista. Ou seja, é melhor ficar do lado errado, pois lutar pelo certo é uma cláusula pétrea para uma denotação estereotipada vinda de gente que nem sabe cantar o Hino Nacional.   


Vê-se claramente que no Brasil o certo passou a ser o errado e o errado, passou a ser o certo. O exemplo acima, nos mostra claramente que em nome de uma ideologia, até falar errado pode. Mas se houver algum questionamento, VOCÊ é o errado. Os valores estão invertidos e agora a banana é quem come o macaco e não o contrário. 

Essas pessoas estão confundindo liberdade de expressão com libertinagem e são exatamente elas quem não respeitam a opinião dos outros, principalmente se a opinião é contrária à opinião delas. São pessoas que apenas cobram os seus direitos e nunca cumprem com os seus deveres e em boa parte, vivem de assistencialismo. Mais importante: elas esquecem de que a mesma lei que dá o direito de elas fazerem as suas escolhas, é a mesma lei que dá o direito às demais pessoas discordarem e apenas respeitarem, pois, “a minha liberdade começa, onde a sua termina”, e entre as duas, há uma linha tênue chamada RESPEITO. E esse tem que ser mútuo, pois vivemos em uma Democracia. Será mesmo?!


Falam que a Língua Portuguesa é viva e sofre evoluções com o passar do tempo. No entanto, o que temos visto nos últimos tempos não são evoluções, pois quererem oficializar a fala errada para favorecer uma ideologia de gênero. Devemos chamar isso de IMPOSIÇÃO. 

O povo brasileiro ainda não se deu conta ou faz de conta que está tudo normal, mas estamos vivendo uma ditadura política e ideológica no Brasil. Tudo está sendo empurrado goela abaixo sem nenhum pudor. Tudo que não presta está dando certo, é aceito normalmente e faz sucesso.


Se acordarem logo, iremos todos virar o suprassumo de tudo o que não presta. Deus salve o Brasil.

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Grupamento de Bombeiros do 1º GB realizou Treinamento Integrado de Resgate em Gravatá

Postado em 29 de maio de 2024 Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde O Grupamento de Bombeiros do 1° GB organizou uma iniciativa importante, reunindo diversas entidades para uma aula teórica seguida de treinamento integrado e prático. A instrução de resgate em Áreas Inundadas e Sistema de Comando de Incidentes (SCI) aconteceu segunda-feira (27) no quartel dos bombeiros de Gravatá. Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde. Este treinamento é o primeiro passo para a realização de ações práticas que envolvem instituições da linha de frente em cenários de desastres, promovendo a cooperação e aprimoramento das técnicas de resgate e resposta a emergências. Reportagem: Mathilde Souza com colaboração da Defesa Civil Fotos: cortesia da Defesa Civil