Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

Apesar do preconceito, número de universitários acima dos 35 anos aumenta no Brasil


Postado em 11/04/23

Dados do Ministério da Educação mostram que em 2021 quase 600 mil pessoas nesta faixa etária foram matriculadas em universidades, um aumento de 171% nos últimos 10 anos

A busca por moradias estudantis está em alta em São Paulo inclusive entre pessoas mais velhas, conforme revelou um levantamento realizado Share Student Living, empresa de residências estudantis no Brasil.


 A busca de pessoas acima de 35 lugares por este tipo de moradia dobrou entre 2022 e 2023, de acordo com a pesquisa. Dados do Ministério da Educação também mostram que em 2021 quase 600 mil pessoas acima dos 40 anos foram matriculadas em universidades, o que representa um aumento de 171% nos últimos 10 anos.

 Apesar dos avanços, o preconceito permanece. No início de março, três estudantes de uma universidade particular de Bauru, no interior de São Paulo, debocharam nas redes sociais de uma outra aluna da instituição pelo fato dela ter 40 anos. O vídeo gerou uma onda de revolta nas redes sociais, onde as jovens foram acusadas e etarismo. 

Em entrevista à Jovem Pan News, Ivete Berkenbrock, presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia tem discutido a questão do preconceito e a importância de pessoas nessa faixa etária continuarem ativas para um melhor envelhecimento.


“O envelhecimento tem que ser encarado como uma fase da vida. É a fase mais longa da vida. As pessoas vão ter muitas oportunidades de fazer no seu envelhecimento o que não tiveram a oportunidade de fazer na juventude. Isso inclui tudo, estudar, continuar trabalhando, namorar, passear, aprender, se vestir do jeito que quiser, dirigir enquanto tiver capacidade cognitiva e motora para tal.

 Não é a idade que vai definir o que nós podemos ou deixamos de poder fazer”, declarou Berkenbrock. Além disso, a especialista aponta os benefícios da convivência dos jovens com pessoas mais velhas em moradias estudantis: “A questão de pessoas entre 35 e 40 anos estarem buscando uma convivência com pessoas mais jovens demonstra a necessidade de se interagir. Porque as trocas são muito grandes nesses ambientes. 


Eu aprendo muito com uma pessoa de 18, mas com certeza a pessoa de 18 vai aprender com quem tem 35. Isso permite que todos tenham uma convivência pacífica, harmoniosa, construtiva e mais econômica”. Também é importante que os mais velhos não se boicotem e se desestimulem a não realizar alguma atividade por causa da idade.

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Grupamento de Bombeiros do 1º GB realizou Treinamento Integrado de Resgate em Gravatá

Postado em 29 de maio de 2024 Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde O Grupamento de Bombeiros do 1° GB organizou uma iniciativa importante, reunindo diversas entidades para uma aula teórica seguida de treinamento integrado e prático. A instrução de resgate em Áreas Inundadas e Sistema de Comando de Incidentes (SCI) aconteceu segunda-feira (27) no quartel dos bombeiros de Gravatá. Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde. Este treinamento é o primeiro passo para a realização de ações práticas que envolvem instituições da linha de frente em cenários de desastres, promovendo a cooperação e aprimoramento das técnicas de resgate e resposta a emergências. Reportagem: Mathilde Souza com colaboração da Defesa Civil Fotos: cortesia da Defesa Civil