Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

Após seis anos, chega ao fim impasse sobre retirada de enxames de abelhas em passarela na BR-232, em Gravatá


Postado em 14/08/ 21


 Definições aconteceram em reunião de pactuação entre as instâncias municipal, estadual e federal
 
 
O prefeito de Gravatá, Padre Joselito Gomes, teve reunião com autoridades das esferas municipal, estadual e federal, além de especialistas em abelhas e representantes da empresa Vertical, na manhã da última quinta-feira (12), no gabinete do Paço Municipal.

 
A reunião aconteceu para definir como será a retirada dos enxames de abelhas africanas que estão instalados na passarela que fica na BR-232, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), um impasse que acontecia desde 2015. 
 
Neste intervalo de seis anos, quatro pessoas foram atacadas no local: uma mulher, duas crianças, sendo uma delas atacada duas vezes em momentos diferentes, e um idoso de 78 anos, que não resistiu aos ferimentos provocados pelas ferroadas e faleceu.
 
De acordo com especialistas do Centro de Estudos de Insetos Sociais da Universidade Estadual Paulista (UNESP), as abelhas africanas atacam em maior número e em apenas 30 segundos são capazes de injetar oito vezes mais toxinas nas vítimas.

 
Por isso, o prefeito Padre Joselito cobrou rapidez para resolver a questão, pois além do risco de levar ferroada das abelhas durante a passagem na passarela, os moradores do Sítio Casa Nova, principalmente, correm risco de atropelamento ao tentar a travessia pela pista de alta trafegabilidade de veículos quando evitam o trajeto da passarela.

 
Participaram da reunião o secretário de Segurança e Defesa Civil de Gravatá, Major Gilmar Oliveira, o executivo da pasta, Irnaldo Pedro, o coordenador de Defesa Civil de Gravatá, Elizeu Vieira, representantes do Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE), além de representantes da procuradoria do município, do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA e da empresa Vertical. 

 
Tarcísio Batista, apicultor há mais de 20 anos, será o profissional responsável pela erradicação dos enxames no local. Ele explica como será a atuação. “Vamos realizar a vedação provisória na estrutura da passarela, para que aconteça a retirada das abelhas e o DER virá fazer a inspeção na estrutura. É um trabalho delicado, porque só em uma passarela existem nove enxames e as abelhas africanas são imprevisíveis e tem uma grande quantidade de fuga no local. A média de 15 a 30 dias creio que será suficiente para resolver todo o problema da passarela”. 

 
O secretário de Segurança e Defesa Civil de Gravatá, Major Gilmar Oliveira, falou das definições da reunião. “Ficou decidido, nesta reunião proveitosa, que o município vai arcar com as despesas relativas à empresa que fará a retirada das abelhas, o DER-PE terá participação na manutenção da estrutura da passarela, através de vistoria técnica, para que veja a possibilidade das fissuras serem fechadas e as abelhas não retornem. A ação é urgente e necessária, porque as pessoas estão se arriscando ao passar por quatro faixas em via de trânsito intenso e queremos o retorno dessas pessoas pela passarela”.

 
O prefeito, Padre Joselito, afirmou que "nós acolhemos o problema já no início da gestão, fizemos uma vistoria no local e convocamos os órgãos competentes para que houvesse uma partilha de funções e chegamos a uma decisão. É preciso retirar as abelhas, depois fazer um trabalho de estruturação e recuperação da passarela, de modo que ela continue segura e do ponto de vista da engenharia isso será feito. É necessário que esse trabalho traga segurança e tranquilidade para a população que reside no Sítio Casa Nova, que precisa transitar naquele local e assim queremos continuar com o trabalho, porque o nosso compromisso é com as pessoas”. 
 
 
Reportagem: Ana Paula Figueirêdo
Fotos: Ednaldo Lourenço (SECOM)

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Grupamento de Bombeiros do 1º GB realizou Treinamento Integrado de Resgate em Gravatá

Postado em 29 de maio de 2024 Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde O Grupamento de Bombeiros do 1° GB organizou uma iniciativa importante, reunindo diversas entidades para uma aula teórica seguida de treinamento integrado e prático. A instrução de resgate em Áreas Inundadas e Sistema de Comando de Incidentes (SCI) aconteceu segunda-feira (27) no quartel dos bombeiros de Gravatá. Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde. Este treinamento é o primeiro passo para a realização de ações práticas que envolvem instituições da linha de frente em cenários de desastres, promovendo a cooperação e aprimoramento das técnicas de resgate e resposta a emergências. Reportagem: Mathilde Souza com colaboração da Defesa Civil Fotos: cortesia da Defesa Civil