Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

UM MÊS DEPOIS, CONSULTA DO ESCOLA SEM PARTIDO SEGUE COM MAIORIA CONTRA.


A consulta pública aberta pelo Senado Federal sobre o Programa Escola Sem Partido, que busca o fim da "doutrinação" em sala de aula, completou um mês no ar e as manifestações contrárias ao movimento lideram a votação. Até as 12h desta segunda-feira (22), havia 192.573 votos contrários ao movimento e 181.148 a favor.
A consulta é referente ao projeto de Lei 193, de 2016, que está em tramitação, de autoria do senador Magno Malta, e fica disponível até ele ser votado - não há previsão de data. O projeto prevê a “neutralidade” dos docentes diante de questões políticas, ideológicas e religiosas em sala de aula. Em vídeo, publicado no portal e-Cidadania, onde está a consulta pública, o senador justifica que eles não querem escolas com "professores pregando posições partidárias e religião."
Escola sem Partido
A Associação Escola sem Partido é um grupo liderado pelo advogado Miguel Nagib. Uma de suas iniciativas é a divulgação de anteprojetos de lei estadual e municipal, que buscam legislar sobre o que é ou não permitido ao professor debater dentro de sala de aula.
O grupo toma como base jurídica pontos da Constituição e da Convenção Americana sobre Direitos Humanos para defender as limitações à atividade docente. De acordo com Nagib, entrevistado pelo G1 no fim de abril, o professor não desfruta de liberdade de expressão. "O que a Constituição lhe garante é a liberdade de ensinar", diz.
Leis
Em abril, o Escola sem Partido foi transformado em lei em Alagoas. Os professores do Estado chamam a medida de "lei da mordaça".
Até o fim de julho, projetos de lei do 'Escola sem Partido' haviam sido introduzidos em outros dez estados, na Câmara dos Deputados e no Senado. 
As propostas são contra o que seus autores chamam de “doutrinação ou assédio ideológico” e buscam a “neutralidade” dos docentes diante de questões políticas, ideológicas e religiosas.
Escola livre
Em contraponto à Escola sem Partido, o deputado Jean Wyllys apresentou no dia 16 de agosto o projeto de lei que institui o programa “Escola Livre” nas unidades escolares públicas e privadas de todo o território nacional.
O programa prevê a liberdade de manifestação do pensamento, o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, o respeito pela liberdade religiosa, étnica. O projeto proíbe qualquer forma de censura natureza política, ideológica, filosófica, artística, religiosa e/ou cultural a estudantes e docentes dentro e fora de sala de aula.
“Enquanto os fascistas, os macarthistas e os fundamentalistas religiosos falam em ‘Escola sem partido’ e travam uma estúpida guerra contra uma inexistente ‘ideologia de gênero’, eu quero defender uma escola livre. Uma escola democrática, plural, inclusiva, aberta a todos os debates. Livre de censura. Livre de preconceitos e discursos de ódio. Livre de burrice e autoritarismo”, justifica Jean Wyllys. 

 
FONTE: G1

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Grupamento de Bombeiros do 1º GB realizou Treinamento Integrado de Resgate em Gravatá

Postado em 29 de maio de 2024 Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde O Grupamento de Bombeiros do 1° GB organizou uma iniciativa importante, reunindo diversas entidades para uma aula teórica seguida de treinamento integrado e prático. A instrução de resgate em Áreas Inundadas e Sistema de Comando de Incidentes (SCI) aconteceu segunda-feira (27) no quartel dos bombeiros de Gravatá. Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde. Este treinamento é o primeiro passo para a realização de ações práticas que envolvem instituições da linha de frente em cenários de desastres, promovendo a cooperação e aprimoramento das técnicas de resgate e resposta a emergências. Reportagem: Mathilde Souza com colaboração da Defesa Civil Fotos: cortesia da Defesa Civil