Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

Prefeitura de Gravatá e Paróquia de Sant’Ana unem forças e criam o Abrigo Emergencial



Local irá receber pessoas, durante dois meses, que estão em situação de rua e será uma ponte que vai garantir dignidade e direitos a elas

A Secretaria de Assistência Social e Juventude de Gravatá, em parceria com a Paróquia de Sant’Ana, vai oferecer abrigo para pessoas em situação de rua do município durante os meses de agosto e setembro.


O projeto Abrigo Emergencial vai começar a funcionar na próxima quinta-feira (29), no Salão 3S, e pode receber até dez pessoas. Atualmente, a secretaria tem sete pessoas cadastradas que estão nesta situação. 

O Abrigo Emergencial vai funcionar de domingo a domingo, das 19h às 7h, e dará direito a dormitório, banho, duas refeições, sendo uma na entrada e outra na saída, e kit higiene. 

Além disso, com esta iniciativa, espera-se que seja uma ponte para garantia de direitos como retirada de documentos, inclusão dessas pessoas no CadÚnico (que dá acesso a benefícios como o Bolsa Família), e acompanhamento no Sistema Único de Assistência Social (SUAS), do Governo Federal.


O pároco da Paróquia de Sant’Ana, João Paulo Gomes, detalha como o local irá funcionar. “Com o aumento do frio em nossa cidade e a presença de uma população em situação de rua, foi necessário tomar alguma providência que pudesse vir ao encontro dessa grave necessidade de nossa cidade. Nós sabemos que aqui em Gravatá existem vários grupos que distribuem sopa, socorro e auxílio, só faltava um lugar onde eles pudessem se abrigar com segurança e proteção. Por isso que a Igreja Católica, através da Paróquia de Sant’Ana, buscou ajuda da Prefeitura Municipal de Gravatá para criar um abrigo emergencial de inverno, que é um abrigo temporário, mas que permite dar àqueles que estão em situação de rua uma proteção maior. A prefeitura entra com essa parte de estrutura e nós entramos com a parte do local, das doações, colchão, alimentação. Então é uma parceria que visa oferecer a quem está na rua um lugar, um refúgio, um abrigo de inverno”.


A primeira-dama e secretária de Assistência Social e Juventude de Gravatá, Viviane Facundes, falou como foi possível realizar esse tipo de ação pelo próximo. “Em conversa com o padre João Paulo ele mostrou esse cuidado que a gente já conhece com a população de rua e nós não poderíamos ficar indiferentes com esta situação, que também trabalhamos nisso, para justamente fazer algo por esse povo. Não é uma coisa que a gente pode fazer de imediato, porque é um trabalho lento, precisa de uma programação, precisa de organização para poder acolher este pessoal. Quando o padre João Paulo nos procurou, eu prontamente falei com o prefeito Padre Joselito, que é muito sensível a essa causa, e autorizou que pudéssemos fazer esse trabalho. Esse abrigo é temporário e enquanto a gente está nele, vamos trabalhando para melhorar e para trazer um pouco de dignidade para essas pessoas que tanto necessitam do nosso apoio”.

Participaram da reunião, além de Viviane Facundes e do padre João Paulo, a secretária executiva de Assistência Social e Juventude, Gleisy Gueiros, a gerente de Média e Alta Complexidade da SASJ, Tatiane Lima, a coordenadora de Vigilância em Saúde de Gravatá, Társila Saborido, que representou a participação da Secretaria de Saúde no projeto, e os componentes da equipe do Abrigo Emergencial de Inverno, formada por uma monitora e dois seguranças. 


Reportagem: Ana Paula Figueirêdo
Fotos: Ednaldo Lourenço (SECOM)

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Grupamento de Bombeiros do 1º GB realizou Treinamento Integrado de Resgate em Gravatá

Postado em 29 de maio de 2024 Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde O Grupamento de Bombeiros do 1° GB organizou uma iniciativa importante, reunindo diversas entidades para uma aula teórica seguida de treinamento integrado e prático. A instrução de resgate em Áreas Inundadas e Sistema de Comando de Incidentes (SCI) aconteceu segunda-feira (27) no quartel dos bombeiros de Gravatá. Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde. Este treinamento é o primeiro passo para a realização de ações práticas que envolvem instituições da linha de frente em cenários de desastres, promovendo a cooperação e aprimoramento das técnicas de resgate e resposta a emergências. Reportagem: Mathilde Souza com colaboração da Defesa Civil Fotos: cortesia da Defesa Civil