Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

TRE DIVULGA LISTA PARCIAL COM 1,4 MIL GESTORES PÚBLICOS COM CONTAS REJEITADAS EM PERNAMBUCO

Lista foi divulgada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, com base nas informações reunidas pelo Tribunal de Contas do Estado (Foto: Reprodução/Google Street View)

Lista do TCE é divulgada para deixar os eleitores informados e para subsidiar pedidos de impugnação de candidatura, podendo causar a inelegibilidade de candidatos.

Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco (TRE-PE) divulgou, nesta segunda (23), a lista de responsáveis por contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) desde 2009. A relação inclui os nomes de 1,4 mil gestores públicos no estado que tiveram as contas rejeitadas no exercício de cargos ou funções públicas pelo TCE, pelo Tribunal de Contas da União (TCU) ou pelo legislativo, no caso de contas de chefes do Poder Executivo. (Veja vídeo acima)

A lista está disponível no site da Justiça Eleitoral. Segundo o TRE-PE, a relação diz respeito a irregularidades consideradas "insanáveis" ou com "decisão irrecorrível" no exercício da gestão pública. Os citados são ordenadores de despesa de prefeituras, câmaras municipais e secretarias estaduais e municipais.

Na lista, estão prefeitos de cidades do Grande Recife e da Zona da Mata do estado, incluindo o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB). O socialista teve rejeitadas as contas do período em que presidia o Porto de Suape, em Ipojuca, no Litoral Sul do estado. A deliberação ocorreu no dia 29 de agosto de 2017.
Além dele, também são citados os prefeitos de Nazaré da Mata, Inacio Manoel do Nascimento (PSDB); Tracunhaém, Belarmino Vasquez (PR), ambas na Zona da Mata, e Araçoiaba, no Grande Recife, Joamy Alves de Oliveira; além do ex-prefeito de Vitória de Santo Antão, José Aglailson (PSB)

Entre as irregularidades mais comuns para a rejeição de contas, de acordo com o TCE-PE, estão a omissão do dever de prestar contas; gestão ilegal, ilegítima ou antieconômica da coisa pública; dano ao erário e descumprimento dos limites constitucionais referentes à educação, saúde e folha de pessoal.

Segundo a secretária judiciária do TRE-PE, Jane Leite Wanderley, a lista é divulgada para informar os eleitores e para subsidiar pedidos de impugnação de candidatura, podendo causar a inelegibilidade de candidatos. A Lei da Inelegibilidade determina que o candidato que praticou "irregularidade insanável que configure ato doloso de improbidade administrativa e por decisão irrecorrível do órgão competente" não pode se candidatar nas eleições dos oito anos seguintes à decisão.
“Se isso vai gerar inelegibilidade, ou não, vai ser analisado pelo relator do processo de candidatura, no momento do julgamento do registro. O pedido de candidatura pode ser impugnado por outro candidato, partido político, coligação ou pelo Ministério Público”, explicou Jane.

Os pedidos de impugnação das candidaturas são aceitos pelo TRE-PE até o dia 15 de agosto de 2018, data-limite para o TCE-PE divulgar a lista final. O TRE-PE tem até o dia 17 de setembro deste ano para apreciar e julgar as solicitações.

“O eleitor, de uma forma geral, não tem legitimidade para impugnar um registro de candidatura, mas pode apresentar uma notícia de inelegibilidade e nós encaminhamos para o Ministério Público, que avalia se é o caso de impugnar ou não”, disse Jane.

Segundo o vice-presidente do TCE, Dirceu Rodolfo, o prazo de oito anos é contado a partir da última deliberação acerca do processo. “A lista parcial é divulgada antes, para dar tempo para as impugnações das candidaturas. A ideia é que, com a divulgação da lista, o eleitor veja que já está provado que a pessoa já foi, na prática, um mau gestor. Com a inelegibilidade, aquele nome é retirado e o eleitor não corre o risco de votar nele”, explicou.





Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Grupamento de Bombeiros do 1º GB realizou Treinamento Integrado de Resgate em Gravatá

Postado em 29 de maio de 2024 Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde O Grupamento de Bombeiros do 1° GB organizou uma iniciativa importante, reunindo diversas entidades para uma aula teórica seguida de treinamento integrado e prático. A instrução de resgate em Áreas Inundadas e Sistema de Comando de Incidentes (SCI) aconteceu segunda-feira (27) no quartel dos bombeiros de Gravatá. Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde. Este treinamento é o primeiro passo para a realização de ações práticas que envolvem instituições da linha de frente em cenários de desastres, promovendo a cooperação e aprimoramento das técnicas de resgate e resposta a emergências. Reportagem: Mathilde Souza com colaboração da Defesa Civil Fotos: cortesia da Defesa Civil