Pular para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade
Seu Verão também é aqui

A NOVA LISTA DAS VACINAS QUE O PACIENTE COM REUMATISMO PRECISA TOMAR


Diretriz divulgada no último sábado (16) reforça a importância de manter a carteirinha atualizada se você sofre com problemas inflamatórios e crônicos.

Artrite reumatoide, lúpus eritematoso sistêmico, artrite psoriáticaEngana-se quem pensa que essas doenças reumatológicas só causem prejuízo às articulações. Já se sabe que, entre outras coisas, esses problemas aumentam pra valer o risco de complicações após uma infecção. Logo, a melhor maneira de prevenir algumas dessas encrencas é tomar vacinas.

No último dia de seu congresso anual, a Liga Europeia contra o Reumatismo (Eular) anunciou suas novas recomendações de imunização para esses indivíduos. “Já sabemos que as infecções são uma das principais causas de mortalidade dentro desse grupo”, destacou em sua apresentação a reumatologista Ori Elkayam, da Universidade de Tel Aviv, em Israel, e uma das autoras do documento.

Além de apontar os tipos que precisam ser aplicados, a nova diretriz europeia levanta algumas orientações essenciais. A primeira delas dar ao médico a responsabilidade de perguntar sobre a imunização de seu paciente e, por meio de uma conversa, definir um calendário e um planejamento para tomar as doses. Geralmente, se espera que a enfermidade esteja estabilizada. Em alguns casos, o especialista chega a suspender alguns medicamentos ou atrasar a prescrição deles para que o sistema imune fique em ordem e reaja bem à vacina.

Confira abaixo a lista dos imunizantes. Caso você não tenha tomado algum, converse com o especialista que te acompanha o quanto antes:
Influenza

É essencial ir todo ano ao posto de saúde para se precaver da gripe. Os pacientes crônicos com artrite reumatoide e outras condições, aliás, já fazem parte do público-alvo da campanha realizada pelo Ministério da Saúde em nosso país.

Pela primeira vez, os experts acrescentaram esse imunizante na relação. O sugerido é fazer um esquema que envolva dois tipos de imunizante: 13-valente e Pneumo 23.

dTpa
Resguarda contra tétano, coqueluche e difteria. É necessário renovar a proteção de 10 em 10 anos.

Herpes-zóster

O vírus varicela, causador da catapora, fica escondido no organismo por anos, sem dar sinal de vida. Por algum motivo, pode se manifestar por meio de bolhas, feridas e vermelhidão na pele. Junto com esses sintomas, surge uma dor bem forte. A vacina evita esse despertar e está indicada para todos aqueles que já passaram dos 50 anos.
HPV

Vírus transmitido por meio do contato sexual, causa verrugas na região genital e é um dos principais culpados pelos tumores que atingem colo de útero, pênis, ânus cabeça e pescoço. Pacientes reumáticos jovens, aqueles que têm muitos parceiros sexuais ou já experimentaram infecção anterior pelo HPV (ou alguma outra doença sexualmente transmissível) devem levar as agulhadas
Hepatites A e B

Esses vírus podem causar uma lesão grave no fígado. O imunizante só está indicado aos sujeitos que vão visitar áreas com relatos de caso de infecção ou moram nesses lugares, usuários de drogas e homens que fazem sexo com homens.
Situações especiais

Caso você tenha alguma doença reumática e vá viajar, pesquise se no seu destino há alguma doença infecciosa diferente e que tenha uma vacina disponível. Só estão contraindicados os imunizantes que afastam a febre amarela e a febre tifoide. Eles são produzidos a partir do vírus vivo atenuado e podem causar efeitos colaterais em quem tem alguma susceptibilidade. Na dúvida, é melhor conversar com o seu médico.

Comentários

Prefeitura de Gravatá

Postagens mais visitadas deste blog

OUTUBRO ROSA

Postado em 04 de outubro de 2023 Inteligência Artificial e rastreamento personalizado são os novos aliados no combate ao câncer de mama   O combate ao câncer de mama ganhou uma poderosa aliada: a inteligência artificial. É uma notícia alentadora em meio ao crescimento de taxas de câncer de mama em países como o Brasil e surge como reforço ao movimento internacional Outubro Rosa. Nenhuma tecnologia substitui o cuidado humanizado com a saúde da mulher, mas especialistas destacam que a Inteligência Artificial (IA) tem feito grande diferença na rotina diagnóstica, ajudando a melhorar a qualidade das imagens e apontando achados sutis que podem mostrar o câncer em estágios iniciais. O indicativo é que a IA pode contribuir a partir dos algoritmos de “deep learning”, com o objetivo de potencializar o aprendizado de máquinas, utilizando técnicas avançadas que empregam um raciocínio similar ao ser humano, fazendo com que as máquinas aprendam padrões por meio das redes neu

Atenção!

Postado em 19/04/23 A Prefeitura de Gravatá informa que na manhã desta quarta-feira (19), um jacaré foi capturado na Rua Quintino Bocaíuva, próximo ao Rio Ipojuca. A equipe da Guarda Municipal passava no local quando foi comunicada e, ao isolar o local, acionou o Corpo de Bombeiros para a captura do animal. Alertamos a todos que se avistarem algum animal selvagem, não se aproximem e acionem imediatamente a equipe da Defesa Civil, Guarda Municipal ou Corpo de Bombeiros para realizar a captura. Mantenha-se seguro e alerta em sua comunidade, e sempre comunique às autoridades caso observe algum animal que possa representar um risco. Juntos, podemos manter nossa cidade segura! Gravatá, 19 de abril de 2023. - Defesa Civil e Guarda Municipal 0800 000 1379 - Bombeiros Militar 193

Grupamento de Bombeiros do 1º GB realizou Treinamento Integrado de Resgate em Gravatá

Postado em 29 de maio de 2024 Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde O Grupamento de Bombeiros do 1° GB organizou uma iniciativa importante, reunindo diversas entidades para uma aula teórica seguida de treinamento integrado e prático. A instrução de resgate em Áreas Inundadas e Sistema de Comando de Incidentes (SCI) aconteceu segunda-feira (27) no quartel dos bombeiros de Gravatá. Participaram da atividade a Defesa Civil, o Samu, a Polícia Militar, a Guarda Civil Municipal e a Secretaria de Saúde. Este treinamento é o primeiro passo para a realização de ações práticas que envolvem instituições da linha de frente em cenários de desastres, promovendo a cooperação e aprimoramento das técnicas de resgate e resposta a emergências. Reportagem: Mathilde Souza com colaboração da Defesa Civil Fotos: cortesia da Defesa Civil